Imagem
Foto/Imagem RV

Papa Francisco ordenará 16 sacerdotes em Bangladesh

Papa Francisco durante ordenação sacerdotal em 7 de maio de 2017, na Basílica Vaticana

O Papa Francisco ordenará 16 novos sacerdotes na iminente viagem apostólica que fará a Bangladesh, país do centro-sul da Ásia, de 30 de novembro a 2 de dezembro próximos. A agência AsiaNews falou com alguns deles. Todos afirmam aguardar com ansiedade o momento da consagração sacerdotal.

Entre estes encontra-se Jashim Murmu, proveniente da Diocese de Dinajpur e de origem tribal santal, que afirma: “A primeira boa notícia é que o Papa Francisco virá a Bangladesh. A segunda é que me ordenará sacerdote”.

Ordenação sacerdotal em Daca, em 1º de dezembro

A ordenação dos diáconos terá lugar em 1º de dezembro, durante a missa que o Pontífice presidirá no Suhrawardy Udyan Park, na capital Daca. Cerca de cem mil pessoas estão sendo aguardadas para a ocasião. Entre os 16 futuros presbíteros, 10 são diocesanos, um é dos Oblatos de Maria e 5 são da Congregação da Santa Cruz.

O diácono Murmu será o primeiro sacerdote de seu vilarejo, inteiramente composto por tribais santal. Ele diz orgulhar-se muito por isso. Outro ordenando, Gracy Rozario (da Congregação da Santa Cruz), originário da Arquidiocese de Daca, diz: “Não vejo a hora de ser ordenado pelo Papa. Para mim é uma bênção o fato de ser consagrado por Pontífice. Por isso dou graças a Deus Todo-Poderoso”.

Ordenando: alegria imensa ser ordenado pelo Papa Francisco

Cizar Costa, da Diocese de Rajshahi, declara: “O Papa Francisco imporá suas mãos em minha cabeça e me ordenará me abençoando. É uma alegria imensa para mim. Só de pensar, sinto uma paz infinita em meu coração”.

Para o diácono é uma “grande graça poder ser consagrado pelo Santo Padre. Agradeço às autoridades eclesiásticas de Bangladesh por esta oportunidade. Agradeço também a meus pais e a toda a minha família, por terem me encorajado na opção pelo sacerdócio”.

Futuros sacerdotes formados no Seminário maior do Espírito Santo

Todos os 16 diáconos estudaram no Seminário maior do Espírito Santo, único seminário de Bangladesh. O reitor, Pe. Emmanuel Kanon Rozario, afirma que no momento o seminário acolhe 400 estudantes. Trata-se de uma situação contra a tendência em relação ao panorama ocidental e europeu, onde se verifica uma diminuição das vocações religiosas.

Retiro espiritual em preparação para a ordenação

A propósito dos futuros sacerdotes, acrescenta: “Nós os estamos ajudando na preparação espiritual. Como fase final da preparação, eles participarão de um retiro de oração que se realizará de 14 a 20 de novembro”.

Segundo o reitor do seminário, “tornar-se sacerdote é somente o primeiro passo do ministério presbiteral”. “Nós os preparamos de modo adequado e espero que se  tornem sacerdotes santos para a Igreja católica”, conclui Pe. Emmanuel.


Compartilhar esta notícia

Notícias Relacionadas

0 comentário(s)

Faça o seu login ou cadastre-se para comentar!