Imagem
Foto/Imagem RV

Papa: viver a vocação religiosa “livres para amar”

Papa recebeu Irmãzinhas de Jesus no Vaticano

“Sejam livres para amar”: esta foi a exortação que o Papa Francisco fez às Irmãzinhas de Jesus, reunidas em Roma para seu Capítulo Geral.A Congregação está completando 80 anos de fundação por obra da Irmãzinha Madalena de Jesus, nas pegadas do Beato Charles de Foucauld. De origem europeia, hoje as Irmãzinhas estão presentes também em outros continentes.BrasilNo Brasil, a presença remonta a 1952, quando Irmãzinha Madalena visitou a Aldeia Tapirapé, no Mato Grosso. Houve uma época de expansão, com nove casas entre as regiões Norte-Nordeste, Sudeste e mundo indígena. Hoje há somente duas fraternidades em Minas Gerais, uma em Belo Horizonte e outra em Roças Novas.Livres para amarO Papa ressaltou a vocação das Irmãzinhas de estarem em meio aos mais pobres, não somente para cuidar, educar e catequizar, mas sobretudo para amar.“Não tenham medo de ir avante, levando em seus corações o pequeno Menino Jesus a todos os lugares onde estão os mais pequeninos do nosso mundo. Permaneçam livres de elos com obras e coisas, livres para amar quem encontram, onde quer o Espírito as conduza.”Corações sem fronteirasFrancisco encorajou também as Irmãzinhas a superarem as dificuldades que a Congregação encontra, como o envelhecimento de seus membros, o serviço da autoridade e a qualidade da vida fraterna.“Os seus corações não têm fronteiras. Naturalmente, vocês não podem mudar o mundo sozinhas, mas podem iluminá-lo levando a alegria do Evangelho aos bairros, às ruas, em meio à multidão, sempre próximas ao mais pequeninos”, concluiu o Papa. 


Compartilhar esta notícia

Notícias Relacionadas

0 comentário(s)

Faça o seu login ou cadastre-se para comentar!